Mostrar mensagens com a etiqueta Fundos Comunitários. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Fundos Comunitários. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Apoios a jovens empreendedores através do Empreende Mais (+)


A iniciativa Empreende Mais (+) destina-se a jovens empreendedores que pretendam criar um negócio por conta própria numa das seguintes áreas: arquitetura, design e publicidade, e software.

Trata-se de um projeto dinamizado pela Associação de Jovens Empresários e Empreendedores Católicos de Ação Nacional (JEEC-AN) e cofinanciado pelo Compete 2020 no âmbito do Portugal 2020 e tem como objetivos estratégicos:
Apoiar de forma eficiente o empreendedorismo, através da criação de condições para o surgimento de projetos de jovens empreendedores;

Facilitar e estimular o aparecimento de novas empresas (startups) empenhadas na internacionalização competitiva da economia portuguesa e focadas em atividades de médio-alto conhecimento e/ou tecnologia.

 Conheça o regulamento da iniciativa Empreende Mais (+) aqui.

Programa “Empreende Já” abre candidaturas a 18 de setembro



A partir de 18 de setembro, inicia-se a segunda edição de candidaturas ao Programa “Empreende Já” que apoia a empregabilidade de jovens NEET (Neither in Emplyment nor in Education or Training).

Promovido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ, I.P.), o “Empreende Já”, tem como objetivos: apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas e de entidades da economia social; bem como, a criação de postos de trabalho, por e para jovens.

O “Empreende Já” é uma medida integrada no Plano Nacional de Implementação de uma Garantia para a Juventude, cofinanciado, no valor de 4.600.000,00 euros, pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE), no âmbito do eixo prioritário 2 – Iniciativa Emprego Jovem.
O “Empreende Já” vai desenvolver a segunda edição entre 2017 e 2018, através da implementação de duas ações distintas:
  • Ação 1 que apoia o desenvolvimento de projetos, centrada na aquisição de competências por parte dos jovens (250h de formação e 30h de tutoria);
  • Ação 2 que apoia a sustentabilidade de entidades e de postos de trabalho, criados ao abrigo do Programa, resultantes de projetos desenvolvidos por jovens empreendedores da ação 1.
O IPDJ, I.P. pretende envolver, na Ação 1 deste Programa, 370 jovens NEET, dos 18 aos 29 anos e apoiar a integração e a sustentabilidade de 90 postos de trabalho.
Durante seis meses, os jovens empreendedores beneficiarão de:
  • Uma bolsa de apoio financeiro equivalente a 1,65 do IAS (Indexante de Apoio Social);
  • 250 h de formação e 30 h de tutoria;
  • Seguro de acidentes pessoais.
Os que passarem para a Ação 2:
  • Recebem 10.000,00 euros para apoio à constituição e sustentabilidade da empresa ou entidade de economia social criada;
  • Comprometem-se a manter a entidade em atividade durante 2 anos.
As candidaturas ao “Empreende Jádecorrem de 18 de setembro a 30 de novembro de 2017.
Para mais informações, consulte:

terça-feira, 9 de maio de 2017

Centro 2020 abre primeiros concursos para o microempreendedorismo



Centro 2020 abre primeiros concursos para o microempreendedorismo
O programa Centro 2020 colocou no terreno os primeiros concursos para o apoio ao microempreendedorismo. A Autoridade de Gestão do Centro 2020 contratualizou com as oito Comunidades Intermunicipais (CIM) e com os 29 Grupos de Ação Local (GAL) da Região Centro um montante de cerca 81 milhões de euros para apoiar projetos de microempreendedorismo, no âmbito do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI 2E), que tem por objetivo promover os investimentos de criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas, assumindo como prioridade o combate ao desemprego.

Distribuição dos fundos por NUT III (CIM+GAL)
NUT IIIGALCIMTotal
Oeste4.525.9495.500.00010.025.949
Beira Baixa2.990.0852.500.0005.490.085
Beiras e Serra da Estrela7.505.5114.000.00011.505.511
Médio Tejo3.975.0443.700.0007.675.044
Região de Aveiro5.107.6796.600.00011.707.679
Região de Coimbra8.678.4858.000.00016.678.485
Região de Leiria4.110.8364.500.0008.610.836
Viseu Dão-Lafões4.318.3185.200.0009.518.318
Total41.211.90740.000.00081.211.907


in: http://www.centro.portugal2020.pt/index.php/item/444-centro-2020-abre-primeiros-concursos-para-o-microempreendedorismo

terça-feira, 21 de junho de 2016

Portugal deve receber 423 milhões para 17 projetos no âmbito do Mecanismo Interligar Europa

Portugal deverá receber 423 milhões de euros de financiamento para 17 projetos no âmbito do Mecanismo Interligar a Europa (MIE), de um total de 6,7 mil milhões para 195 projetos, anunciou recentemente a Comissão Europeia.
Dos 17 projetos selecionados em Portugal, dez são financiados no âmbito do Fundo de Coesão, com destaque para a ligação ferroviária Pampilhosa - Vilar Formoso, na fronteira com Espanha, que integra a linha Aveiro - Salamanca - Medina del Campo, do Corredor Atlântico e vai receber quase 378 milhões de euros de financiamento. Esta ligação é caraterizada pela Comissão Europeia, em comunicado, como "emblemática".
Para os projetos apresentados ao abrigo do Fundo de Coesão, as taxas máximas de cofinanciamento podem atingir 85% dos custos elegíveis. A decisão de financiamento proposta tem que ser formalmente aprovada pelo Comité de Coordenação do MIE, que se reunirá dia 8 de julho de 2016, e a adoção da decisão pela Comissão Europeia está prevista para o final do mesmo mês. Portugal apresentou um total de 32 projetos, para um financiamento total de mil milhões de euros, tendo, então, Bruxelas selecionado 17, para um financiamento de 423,1 milhões de euros.
Juntamente com o Plano de Investimento para a Europa, o Mecanismo Interligar a Europa desempenha um papel preponderante para colmatar o défice de investimento na Europa, o que constitui uma das principais prioridades da Comissão.
No passado dia 17 de junho, a Comissão Europeia concretizou de forma inequívoca a principal prioridade do Presidente Juncker de criar postos de trabalho e impulsionar o crescimento na União Europeia, revelando uma lista de 195 projetos no setor dos transportes que receberão 6,7 mil milhões de EUR de financiamento ao abrigo do Mecanismo Interligar a Europa (MIE).
Prevê-se que este investimento libertará um cofinanciamento suplementar, público e privado, num montante total combinado de 9,6 mil milhões de EUR. Os projetos selecionados contribuirão nomeadamente para a digitalização e a descarbonização dos transportes, em consonância com a agenda política mais alargada da Comissão. Os Estados-Membros elegíveis para o Fundo de Coesão receberam quase 85 % do financiamento, o que contribuirá para colmatar as disparidades na UE em termos de infraestruturas.
Os projetos selecionados estão sobretudo localizados na Rede principal de Transportes Transeuropeia (RTE-T). Entre os beneficiários contam-se iniciativas emblemáticas como a ligação ferroviária Aveiro-Vilar Formoso em Portugal, a reabilitação do troço ferroviário Braşov-Sighişoara na Roménia, o desenvolvimento da linha ferroviária de bitola normalizada no corredor ferroviário do Báltico, a execução do Programa de implantação do SESAR e a modernização da linha ferroviária E30 (secção Zabrze – Katowice – Cracóvia) na Polónia.

Ler mais:https://www.portugal2020.pt/Portal2020/portugal-deve-receber-423-milhoes-para-17-projetos-no-ambito-do-mecanismo-interligar-europa

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Evento de Lançamento da Plataforma GEOfundos


No próximo dia 16 de Maio vai ser lançada a GEOfundos, a única plataforma online em Portugal que reúne todas as oportunidades de financiamento, nacionais e internacionais, disponíveis para as entidades e iniciativas da Economia Social.
No evento, que tem lugar das 9h30 às 17h00, no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, poderá conhecer a plataforma GEOfundos, navegar nela, saber como nasceu e que contributo pretende dar ao Setor da Economia Social.
Será debatido o tema “Financiamento Sustentável do Futuro”, onde diferentes intervenientes vêm dar a sua visão e contribuir para um debate atual, cheio de entusiasmo e muito produtivo.

Veja o PROGRAMA em detalhe e INSCREVA-SE JÁ porque a sua presença é indispensável.
Caso não possa estar presente, pode inscrever-se para assistir ao evento em Livestream.

Ler mais: https://www.portugal2020.pt/Portal2020/evento-de-lancamento-da-plataforma-geofundos
 

sexta-feira, 26 de junho de 2015

terça-feira, 24 de março de 2015

Portugal 2020 abre avisos para projetos empresariais no Domínio da Competitividade e Internacionalização

Foram hoje publicados dois concursos no Domínio da Competitividade e Internacionalização, no âmbito do sistema de incentivos à Inovação Produtiva e do sistema de incentivos ao Empreendedorismo Qualificado e Criativo.
Estes concursos destinam-se a Projetos que contribuam para o aumento do investimento empresarial em atividades inovadoras, para o reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços e para o empreendedorismo qualificado e criativo.
O Aviso N.º 3 (Inovação Produtiva) abrange todos os Programas Operacionais Regionais e o COMPETE 2020, e tem por objetivo a concessão de apoios financeiros a projetos que contribuam para o aumento do  investimento empresarial em atividades inovadoras, o reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços, promovendo o incremento da produção transacionável e internacionalizável e a alteração do perfil produtivo do tecido económico através do desenvolvimento de soluções inovadoras baseadas nos resultados de I&D (investigação e desenvolvimento tecnológico) e na integração e convergência de novas tecnologias e conhecimentos e ainda para a criação de emprego qualificado.
Este Aviso dá particular enfoque a investimentos no domínio da diferenciação, diversificação e inovação, na produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis, no quadro de fileiras produtivas e de cadeias de valor mais alargadas e geradoras de maior valor acrescentado.  
O Aviso N.º 4 (Empreendedorismo Qualificado e Criativo) abrange todos os Programas Operacionais Regionais e o COMPETE 2020, e tem por objetivo conceder apoios financeiros a projetos de Empreendedorismo Qualificado e Criativo que contribuam para a promoção do espírito empresarial facilitando nomeadamente o apoio à exploração económica de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas.
Neste Aviso valoriza-se ainda o alinhamento com as prioridades temáticas da Estratégia Regional de Especialização Inteligente (RIS3).
Saiba tudo no módulo Candidaturas Abertas deste portal, onde também encontra o Acesso ao Balcão 2020 ponto único para submissão de candidaturas.
Para maior facilidade de submissão da sua candidatura deve primeiro registar-se no Balcão 2020.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Prémio à instalação de jovens agricultores pode ir aos 31 mil euros



Pertencer a um agrupamento ou a uma organização de produtores reconhecidos é suficiente para garantir um incentivo de 5 mil euros aos jovens agricultores, entre os 18 e os 40 anos, que a partir desta segunda-feira, dia 23, já vão poder candidatar-se ao Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020). O prémio à instalação pode ir aos 31 mil euros.

Além do incentivo de 5 mil euros, a obrigatoriedade de ter formação agrícola adequada e a possibilidade de apresentar candidaturas ao regime de reestruturação e reconversão das vinhas são outras das novidades do programa apontadas pelo secretário de Estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque.

Para obter a ajuda, o candidato tem de elaborar um plano empresarial para um investimento mínimo de 55 mil euros, e inferior a 3 milhões de euros por beneficiário, devendo manter a atividade durante um mínimo de 5 anos.

O prémio à instalação é de 15 mil euros (não reembolsável), que poderá ser majorado em 25, 50 ou 75%, consoante o investimento seja acima de 80, 100 ou 140 mil euros. Com o incentivo de 5 mil euros se o jovem pertencer a uma organização de produtores, o total do prémio pode ir a 31 mil euros. Há 204 milhões de euros para atribuir nesta componente, assegura o secretário de Estado.

O pagamento deste prémio será feito em dois momentos: 75% da ajuda após a data da concessão do apoio; 25% após a verificação do cumprimento dos investimentos e a boa execução do plano empresarial.

Ler mais: http://www.dinheirovivo.pt/Economia/interior.aspx?content_id=4414874

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Portugal 2020 lança primeiros 95 milhões para empresas

Vão ser lançados hoje os primeiros dois concursos para apoios comunitários no âmbito do Portugal 2020 destinados às empresas privadas, numa dotação total de 95 milhões de euros.
        
A partir do final da tarde, quem estiver interessado, já poderá encontrar no portal do Portugal 2020 toda a informação necessária, como as condições de candidatura e de elegibilidade dos projetos, valores máximos dos apoios, bem como os impressos necessários para efetuar as candidaturas, que poderão ser entregues mesmo online.

Estes dois primeiros concursos, que estão a ser lançados no âmbito do programa operacional de apoios à competitividade e internacionalização, destinam-se a pequenas e médias empresas (PME), nacionais ou estrangeiras, sediadas no Norte e no Centro do País, ou no Alentejo.

Ao designado "Apoio à Internacionalização", destinado à apresentação de candidaturas por conjuntos de empresas e associações empresariais, para apresentações em feiras internacionais, por exemplo, caberão 70 milhões de euros, enquanto o outro concurso, batizado de "Apoio à Qualificação das PME", disponibiliza 25 milhões de euros para projetos de modernização de PME em áreas não produtivas, como a informatização da empresa ou consultoria especializada.

Ler mais em: http://www.dinheirovivo.pt/economia/interior.aspx?content_id=4317101&page=-1


Concurso | POCI - Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME - Projetos Conjuntos | Internacionalização

Data de início: 30-12-2014 | Data de encerramento: 13-02-2015

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Aberto Concurso para Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico


Apresentação de candidaturas até dia 29 de janeiro de 2015. A FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia abriu, dia 26 de novembro, o Concurso 2014 de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (ICDT) com uma dotação orçamental de 70 milhões de euros, provenientes do Orçamento de Estado, no âmbito do Horizonte 2020 – Programa Quadro Comunitário de Investigação & Inovação.
Segundo o Portal do Governo, o financiamento máximo por projeto é de 200 mil euros, por 36 meses, prorrogáveis por mais 12 meses, excecionalmente e o período de apresentação de candidaturas decorre entre 25 de novembro de 2014 e as 17 horas (hora de Lisboa) de 29 de janeiro de 2015.
Consulte aqui o AVISO de Abertura do Concurso.
Este concurso pretende apoiar ideias de mérito inovadoras em todos os domínios científicos, que contribuam de forma significativa para o avanço do conhecimento, e que demonstrem capacidade de ter impacto internacional, em termos de produção científica, e elevado potencial da valorização económica. Os projetos são avaliados por painéis internacionais.
O concurso 2014 de projetos de ICDT junta-se a outras iniciativas levadas a cabo pela FCT para financiamento do sistema científico e tecnológico nacional, como o concurso Investigador FCT, o financiamento de programas de doutoramento, o roteiro nacional de infraestruturas de I&D de interesse estratégico, ou a avaliação internacional das unidades de I&D.

Ler mais: https://www.portugal2020.pt/Portal2020/aberto-concurso-para-projetos-de-investigacao-cientifica-e-desenvolvimento-tecnologico

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Conferência sobre Portugal 2020 em Coimbra


Um conjunto de especialistas e responsáveis por entidades ligadas ao novo quadro comunitário de apoio vão dissecar o Portugal 2020. A conferência é organizada pelo diário As Beiras e decorre dia 21 de novembro, no auditório do ISCAC, em Coimbra.
“Portugal 2020 e o novo quadro comunitário de apoio” é o tema da conferência que decorre dia 21 de novembro, no auditório do ISCAC – Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, a partir das 16 horas, numa organização do diário As Beiras.
Em foco estará o programa nacional e também o programa regional, em dois painéis distintos. É precisamente com o Programa Operacional da Região Centro, denominado Centro 2020, que arranca esta iniciativa.
No primeiro painel, e para falar do Centro 2020, que tem como base uma estratégia de desenvolvimento regional partilhada e construída através de uma forte mobilização de todos os parceiros regionais, estará presente Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro, João Ataíde, autarca da Figueira da Foz e presidente da Comissão Intermunicipal de Coimbra, e também José Couto, presidente do Conselho Empresarial do Centro / CCIC.
O segundo painel irá analisar os quatro pilares estratégicos do Portugal 2020 e de que forma irão contribuir para melhorar o país. Neste contexto, a conferência conta com a participação de Manuel Machado, autarca de Coimbra e presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Nuno Gaioso Ribeiro, CEO da Capital Criativo, e Castro Almeida, secretário de Estado do Desenvolvimento Regional.
A conferência será moderada pelo diretor da Revista Invest, João Paulo Leonardo e as inscrições são gratuitas, mas a organização solicita a pré-inscrição através do email marketing@asbeiras.PT

in https://www.portugal2020.pt/Portal2020/conferencia-sobre-portugal-2020-em-coimbra

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Reabertura do Regime de Transição a apoios à proteção da floresta

É reaberta a apresentação de pedidos de apoio, no âmbito do Regime de Transição para o novo PDR, das 9 h do dia 7 de novembro às 19 h do dia 14 de novembro de 2014, às Subações:
  • 2.3.1.1 – Defesa da Floresta Contra Incêndios
  • 2.3.2.1 - Recuperação do Potencial Produtivo
  • 2.3.2.2 - Instalação de Sistemas Florestais e de Sistemas Agroflorestais
  • 2.3.3.3 – Proteção Contra Agentes Bióticos Nocivos
in http://www.proder.pt/conteudo.aspx?menuid=357&eid=4797&bl=1

quinta-feira, 3 de julho de 2014

AÇÃO de FORMAÇÃO: Portugal 2020


AÇÃO de FORMAÇÃO: Portugal 2020No dia 11 de julho, vai ter lugar no Auditório da Câmara Municipal de Pinhel uma ação de formação sobre o próximo Quadro Comunitário de Apoio - Portugal 2020.
Trata-se de uma iniciativa organizada em parceria pelo Agrupamento de Escolas de Pinhel e pelo Centro de Formação Guarda-Raia, destinada a professores, profissionais dos serviços administrativos da função pública, empresários e comunidade em geral.
O que muda entre o antigo QREN e o novo PT 2020?
Quais os novos programas operacionais e quais as prioridades de investimento?
Estas e outras dúvidas serão esclarecidas nesta ação que terá início às 14.30h, prevendo-se que termine cerca das 17.30h.
Mais informações e inscrições:
Agrupamento de Escolas de Pinhel
esec.pinhel@gmail.com
Centro de Formação Guarda-Raiaguarda.raia@gmail.com
 
in http://www.cm-pinhel.pt/noticiaspublicacoes/noticias/Paginas/portugal-2020.aspx

Passos anuncia concursos do QREN para depois do verão

governo Passos Coelho anunciou esta quarta-feira à tarde, quase de passagem, a abertura dos concursos para candidaturas ao Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), durante o período de perguntas ao primeiro-ministro.
Interpelado pela bancada socialista, sobre uma verba disponível do atual quadro de apoio, de “5 mil milhões de euros”, Passos Coellho atirou que esses dinheiros do QREN “serão utilizados, não se preocupe com isso”.
Logo depois afirmou que, em “setembro, outubro”, o Governo irá lançar os concursos para o novo QREN, aproveitando para criticar aquilo que era o aproveitamento pelo governo anterior dos dinheiros da União Europeia.

Ler mais: http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=4004673&utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook