Mostrar mensagens com a etiqueta Estágios. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Estágios. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Santander Jovem – Programa de Estágios nas PME’s


Santander Jovem – Programa de Estágios nas PME’sO Banco Santander Totta e a Fundação da Juventude promovem o Santander Jovem – Programa de Estágios nas PME’s, através do qual são atribuídas 200 bolsas de estágio para Licenciados e Mestres, há menos de 2 anos, nas PME’s durante 3 meses.
Este programa de estágios enquadra-se num dos vetores estratégicos de atuação da Fundação da Juventude - Emprego e Empreendedorismo – sendo um forte contributo facilitar o acesso ao primeiro emprego de diplomados do Ensino Superior e também por dotar as PME´s de novos talentos recém-formados.
Com este Programa, os recém-diplomados complementam a sua formação, colocando em prática, em ambiente empresarial, os conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação académica.
Os estágios Santander Jovem têm a duração de 3 meses, e para além da experiência proporcionada aos estagiários, estes recebem ainda uma bolsa mensal no valor de 550€ e beneficiam de um Seguro de Acidentes Pessoais.

As candidaturas aos estágios decorrem por via eletrónica no seguinte endereço www.fjuventude.pt/pmejovem.
A 18 de Abril de 2016 iniciam-se as candidaturas das PME’s interessadas a acolher estagiários.
A partir de 2 de Maio de 2016 os recém-diplomados podem-se candidatar às vagas existentes.
As candidaturas só terminam quando se concretizarem 200 estágios.
As vagas para estágio são atualizadas diariamente, e todos os estágios devem iniciar durante o ano de 2016.
Ler mais: http://ms.fjuventude.pt/pmejovem/

24ª edição do PEJENE - Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas


24º PEJENE (Programa de Estágios de jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas)Está lançada a 24ª edição do PEJENE - Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas, promovido pela Fundação da Juventude.
O PEJENE enquadra-se num dos vetores estratégicos de atuação da Fundação da Juventude - Emprego e Empreendedorismo – sendo um forte contributo para ultrapassar o obstáculo da falta de experiência e de Curricula dos jovens alunos e da pouca preparação para o mundo do trabalho. Este programa tem vindo a responder, desde 1993, às necessidades dos jovens que se encontram a finalizar o ensino superior, permitindo desempenhar tarefas de caráter profissional, e aumentar os seus conhecimentos em ambiente real de trabalho. 
Os estágios da 24ª edição realizam-se entre Julho e Setembro. Para além da experiência proporcionada, os estagiários podem ainda contar com os subsídios de alimentação e de transporte, assim como um Seguro de Acidentes Pessoais.

     As candidaturas ao PEJENE 2016 contam com duas fases. A primeira fase, para empresas/entidades de acolhimento interessadas em receber estagiários, decorre até 8 de abril. Já para os jovens estudantes, as candidaturas decorrem a partir de 12 de abril. Tanto para as entidades, como para os jovens, as candidaturas são feitas diretamente no website do Programa: www.fjuventude.pt/pejene2016.
            

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Novas regras dos estágios profissionais já estão em vigor

As novas regras das medidas ativas de apoio ao emprego já estão em vigor. Com a publicação da portaria, o Instituto do Emprego e Formação Profissional já anunciou que vai reabrir a receção de candidaturas a partir de 31 julho. Em vez de 12 meses, os estágios passam a durar, por regra, nove meses. Na medida Estímulo Emprego há situações em que o prazo mínimo de inscrição no Centro de Emprego é reduzido, de forma a facilitar o acesso à medida.
           
Estágios
Há mudanças nas regras dos estágios. Conheça algumas e veja o diploma aqui

Duração
Em vez de 12 meses, os Estágios passam a durar nove meses. Esta vai ser a regra, mas a portaria agora publicada prevê exceções. Os estágios com duração de um ano vão ser possíveis para os públicos considerados mais vulneráveis como as vítimas de violência doméstica, ex-reclusos, toxicodependentes em processo de recuperação ou pessoas portadoras de deficiência.

Além disto, o diploma prevê que "em situações devidamente fundamentadas" e que serão apreciadas pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, a duração do estágio possa ser prorrogada até 12 meses. As hipóteses de empregabilidade futura são um dos fundamentos que pode ser usado para pedir o aumento do período do estágio.

Pessoas abrangidas
Os estágios destinam-se a jovens entre os 18 e os 30 anos e que tenham completado o ensino obrigatório. Podem ainda aceder a estes estágios comparticipados pelo Estado ex-reclusos e toxicodependentes em processo de recuperação e pessoas com mais de 30 anos desde que tenham obtido há menos de três anos uma qualificação no ensino ou secundário, estejam à procura de novo emprego e não tenham desenvolvido atividade profissional nos últimos 12 meses.

Estímulo Emprego
Veja a Portaria aqui e conheça algumas das mudanças

Ler mais: http://www.dinheirovivo.pt/economia/interior.aspx?content_id=4046851&page=-1

quarta-feira, 23 de abril de 2014

PEJENE 2014


Cartaz PEJENE
Está lançada a 22ª edição do PEJENE - Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas, promovido pela Fundação da Juventude.

O PEJENE enquadra-se num dos vetores estratégicos de atuação da Fundação da Juventude - Emprego e Empreendedorismo – sendo um forte contributo para ultrapassar o obstáculo da falta de experiência e de Curricula dos jovens alunos e da pouca preparação para o mundo do trabalho. Este programa tem vindo a responder, desde 1993, às necessidades dos jovens que se encontram a finalizar o ensino superior, permitindo desempenhar tarefas de caráter profissional, e aumentar os seus conhecimentos em ambiente real de trabalho. 

Os estágios da 22ª edição realizam-se entre julho e setembro. Para além da experiência proporcionada, os estagiários podem ainda contar com os subsídios de alimentação e de transporte, assim como um Seguro de Acidentes Pessoais.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Banco de Portugal está a oferecer estágios remunerados

O Banco de Portugal está à procura de recém-licenciados para estágios profissionais remunerados, na área de técnico administrativo.
Os estágios têm a duração de seis meses e prevê a possibilidade de ingresso nos quadros do Banco de Portugal no final do estágio.

Os candidatos têm de ser licenciados nas áreas de Economia, Gestão, Administração Pública, Finanças, Contabilidade, Direito, Informática, Matemática Aplicada, Estatística, Engenharias Eletrotécnica e Computação, Ciências Sociais e Humanas, Línguas ou Secretariado, sendo exigida uma média de licenciatura igual ou superior a 13 valores.
Pode candidatar-se aos estágios na página do Banco de Portugal.

in http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO282209.html

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Menos de 35 anos? Há estágios pagos

Representam oportunidades de conhecer um país, desenvolver ou aprender uma língua e, ainda, ser remunerado por isso.
A V!da Edu tem programas de estágios remunerados em vários países europeus, como a Noruega, Islândia, Reino Unido, Espanha, Itália, França e Bélgica. Os programas dirigem-se a jovens até 35 anos (dependendo dos países) e poderão ter uma duração até um ano.
Lufthansa abre 500 vagas para jovens
As ofertas são, sobretudo, para funções na área da hotelaria e turismo, mas em certos países há também a possibilidade do estágio ser realizado no sector da agricultura.
Por norma, os estágios remunerados incluem despesas de manutenção, estando a alimentação e alojamento garantido pela entidade que oferece a colocação. A remuneração é, por norma, o ordenado mínimo do país de acolhimento.

Veja mais detalhes sobre as ofertas aqui


No próximo dia 25, a V!da Edu vai realizar um Open Day no escritório em Lisboa, dando oportunidade dos interessados conhecerem mais pormenores do programas e as vagas disponíveis.
As marcações devem ser feitas por email - info@vidaedu.com - ou por telefone - (+351) 218 404 656.

in http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO272409.html

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Estado procura 601 estagiários. Candidaturas abrem hoje

EmpregoHá mais 601 vagas para estágios na função pública. O processo de candidatura abre em setembro e os estágios começam em novembro, tendo a duração de 12 meses.
O Estado vai acolher mais 601 estagiários para a função pública, em áreas como a contabilidade, a informática, a psicologia ou a química, entre várias outras.

Consulte aqui as vagas para todas as áreas.

De acordo com a portaria publicada esta quarta-feira em Diário da República, as candidaturas para a segunda fase do programa de estágios decorrem de 2 a 13 de setembro. Os Ministérios da Administração Interna, da Agricultura e Ambiente, Defesa, Economia, Educação, Justiça, Saúde, Solidariedade e Segurança Social, Presidência do Conselho de Ministros são as entidades para as quais existem vagas.
Depois das candidaturas, há uma admissão provisória que será conhecida até 17 de setembro, disponibilizando-se uma lista com ordenação decrescente das classificações por cada entidade até 20 de setembro. Até 28 de outubro, os candidatos são selecionados em definitivo, para começarem os estágios a 1 de novembro.
Pode concorrer aos estágios quem tenha até 30 anos (ou 35 anos em caso de deficiência), que esteja à procura do primeiro emprego, seja desempregado ou seja jovem à procura de emprego correspondente à sua área de formação. Tem, ainda, de ter uma qualificação de nível superior correspondendo, pelo menos, ao grau de licenciado.

in http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO235213.html

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Saiba como concorrer a cinco mil estágios

Estágios são dirigidos a jovens licenciados, mestres ou doutores, até 30 anos de idade. A remuneração ronda os 800 euros. 
  
O "Movimento para o Emprego" foi lançado esta semana pela Fundação Gulbenkian, a COTEC Portugal, em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). O objectivo é conseguir até 2014 uma oferta de cerca de cinco mil estágios remunerados para jovens qualificados em várias empresas que operam em Portugal. A medida surge numa altura em que mais de 140 mil jovens licenciados estão desempregados e que o desemprego jovem está acima dos 40%, segundo os últimos dados do INE. Saiba aqui como se pode candidatar ao novo prograna.

1. Quantos estágios estão já assegurados ao abrigo desta iniciativa? Segundo dados avançados pela Fundação Gulbenkian e pela COTEC Portugal, são já 108 as empresas que aderiram ao Movimento para o Emprego, com uma oferta global de 3.205 estágios. A empresa com maior número de vagas é a Nokia Siemens, que está a oferecer mais de 300 estágios. Há ainda onze empresas cuja oferta ultrapassa as 100 vagas.

2. Quem se pode candidatar aos programas de estágios? A iniciativa é dirigida a jovens qualificados até aos 30 anos de idade. Assim, quem tem uma licenciatura, um mestrado ou doutoramento poderá concorrer aos programas de estágios. Para isso, terá de estar inscrito nos centros de emprego do IEFP. A candidatura poderá ser feita directamente nos centros do IEFP ou pela Internet (http://movimentoparaoemprego.iefp.pt).

Ler mais: http://economico.sapo.pt/noticias/saiba-como-concorrer-a-cinco-mil-estagios_170032.html

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Movimento para o Emprego

       

Movimento para o EmpregoO IEFP, I.P. celebrou um Acordo Cooperação com a Fundação Calouste Gulbenkian e a COTEC Portugal, que visa dar corpo a uma iniciativa da sociedade civil, através da criação e dinamização de um Movimento para o Emprego - http://movimentoparaoemprego.iefp.pt, que consiste na mobilização do maior número possível de empresas, organizações públicas e da economia social para, no quadro da sua missão e responsabilidade pública, proporcionarem no biénio 2013-2014, no mínimo, 5 000 estágios em contexto de trabalho a jovens desempregados com habilitação de nível superior, licenciados, mestres ou doutores.
Para além da realização de estágios no âmbito das medidas do Impulso Jovem – Passaporte Emprego e dos Estágios Profissionais em geral, geridas pelo IEFP, I.P., o Movimento para o Emprego visa, ainda:
  • a dinamização de processos de divulgação que promovam a adesão ao Movimento para o Emprego, através de um portal eletrónico e de outros meios de comunicação, nomeadamente de contacto direto junto das empresas associadas da COTEC e ou parceiros da Fundação Calouste Gulbenkian, e dinamização de processos de formação complementar dos próprios estagiários;
  • a implementação de um programa voluntário de formação para tutores da formação prática em contexto de trabalho, com recurso à metodologia de blended learning, que qualifique esta intervenção no quadro das empresas que participam em processos de formação ou em estágios profissionais, através de uma formação pedagógica e comportamental que facilite e potencie as condições de aprendizagem e de empregabilidade dos destinatários;

Ler mais: http://www.iefp.pt/noticias/Paginas/Movimento_para_o_Emprego.aspx

quinta-feira, 14 de março de 2013

Melhor empresa para trabalhar procura estagiários

Foi eleita este ano a melhor empresa para trabalhar pela revista «Exame» e procura «jovens monstruosos» para frequentarem um programa de estágios. Estranho? O programa Be a Monster da CH Consulting tem um nome original de propósito. Procura grandes talentos, ou melhor, talentos monstruosos.

«É um programa intensivo de recrutamento, selecção e formação de jovens monstruosos, que lhes permitirá evoluir profissionalmente e integrar o Mundo CH, durante 9 meses», explicou ao tvi24.pt Eva Matos, partner do grupo CH.

Serão selecionados 250 jovens, mas só 15 terão mesmo a oportunidade de estagiar. São 7 as etapas por que terão de passar. Eva Matos explicou-nos qual o processo de «incubação de monstros»:

1ª etapa: «I want to be a Monster»

«É a fase de recepção de candidaturas, que irá ter lugar até ao dia 17 de março, através do site www.beamonster.pt». Ou seja, até ao próximo domingo.

2ª etapa: triagem «Looking for talent»

Nesta fase serão selecionados os 250 jovens.

3ª etapa: desafio «Finding your edge»

Esses jovens vão participar, nesta fase, «num conjunto de atividades que permitirão selecionar 120 candidatos para passar à fase seguinte».

4ª etapa: «Learning how to be a Monster»

Nesta fase, os jovens terão direito a um mês de formação intensiva no Porto, Coimbra e Lisboa para desenvolverem competências básicas. Neste período de formação, poderão contar com subsídio de alimentação e seguro, bem como um certificado no final.

5ª etapa: «Final Match»

Aqui já só chegarão até 40 jovens «que serão postos à prova durante 48 horas intensivas».

6ª etapa: fase de estágio «Like a Monster»

Os 15 monstros irão integrar o Mundo CH durante 9 meses. «Receberão bolsa de estágio, de acordo com o definido no regulamento de estágios profissionais em vigor».

7ª etapa

«O programa termina com a cerimónia de encerramento «Being a Monster», num ambiente monstruoso», promete Eva Matos.
Os interessados podem inscrever-se diretamente no site do programa, onde está disponível o formulário de inscrição.

Ler mais: http://www.tvi24.iol.pt/economia---emprego/estagios-ch-consulting-melhor-empresa-para-trabalhar-trabalho-emprego-be-a-monster/1429388-6374.html

sábado, 9 de março de 2013

União Europeia procura mais jovens para estágios remunerados

A União Europeia encontra-se à procura de estagiários com licenciatura para estágios com durações entre 3 a 6 meses, indo até 2 anos em algumas instituições. As candidaturas terminam no final deste mês, nalgumas instituições e no final de abril noutras.
A oferta abrange um número alargado
de qualificações. O Banco Europeu de Investimento (BEI), por exemplo, procura "licenciados recentes num dos domínios relacionados com a atividade do Banco".
A experiência profissional não é um entrave, sendo que o BEI quer alguém com pouca ou nenhuma experiência. Outros
procuram licenciados especializados em Direito e Ciência Política , como é o caso do Tribunal de Justiça.
Já o Parlamento Europeu não discrimina licenciaturas, e só pede alguém titular "de um diploma de licenciatura, mestrado ou doutoramento".
Outros, como o Comité Económico e Social Europeu, dão preferência a alguém que queira fazer "estágio como parte do currículo escolar". O Parlamento também abre vagas especializadas para "licenciados com deficiência".

Remuneração mínima de 850€, trabalhando no estrangeiro
As remunerações oferecidas ao abrigo destes estágios variam. Se o Banco Central Europeu oferece bolsas entre os 850€ e 1700€ por mês, o BEI oferece uma de 3264 euros, mais benefícios. Muitas outras instituições que procuram estagiários
não especificam o valor da remuneração, mas na sua maioria ronda os 1100 euros.
O estágio exige também que o escolhido se instale durante um certo período no estrangeiro. A maioria dos estágios é nos locais onde se encontram as sedes das instituições, como em Frankfurt (BCE), Bruxelas (Comité das Regiões) e o Luxemburgo (Tribunal de Contas Europeu).

Clique aqui para saber mais.

ler mais em  http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO111050.html?page=0

quinta-feira, 7 de março de 2013

Sonae procura 30 licenciados para estágio: Saiba quando é que as empresas do PSI20 contratam

A Sonae vai escolher 60 recém-licenciados para participar no Dia Contacto, dos quais metade terá oportunidade de estagiar no grupo. O Dia Contacto, que é destinado aos melhores alunos finalistas do ensino superior em Portugal, é, segundo o grupo, uma porta para a entrada numa das empresas Sonae. De acordo com o site da empresa, já participaram cerca de quatro mil jovens nesta iniciativa.
Historicamente, metade dos estagiários entram para os quadros do grupo. Os estágios são remunerados, variando o valor de estágio para estágio.

Para estar apto a participar, só tem de se inscrever na Rede Contacto, criada em 2010 pelo grupo, que dará preferência aos licenciados e mestres em Economia, Gestão e Engenharia. A média escolar não é requisito.

A Rede Contacto conta já com 19 mil inscritos.
Saiba mais no site do Programa Contacto
Saiba quando as empresas do PSI20 vão recrutar

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Alemanha oferece estágios remunerados a portugueses desempregados

 

programa 'job of my life'          
A Alemanha está a concorrer com a falta de emprego em Portugal e quer contratar jovens desempregados dispostos a ir trabalhar para o país. O programa chama-se "Job of my Life", e oferece bolsas de estudo que podem ir até aos €800 por mês. A campanha foi hoje avançada pelo Diário Económico.

 
A formação abrange diversas áreas e, mesmo que não saiba falar a língua alemã, não há problema: o "Job of my Life" inclui um curso intensivo de alemão gratuito, que tem lugar ainda em Portugal.
 
O curso para não-licenciados tem a duração de três anos e divide-se entre aulas e estágios profissionais em empresas para onde os formandos podem vir a ser contratados. Para concorrer basta ter entre 18 e 35 anos, estar desempregado e registado no Instituto de Emprego e Formação Profissional. As áreas que mais procuram profissionais são as elétricas, mecânicas e turismo. Os licenciados encontrarão mais oportunidades nas engenharias, tecnologias de informação, turismo e saúde.
A partir de dia 19 de fevereiro terá início a "Welcome to Germany Tour 2013", um road show que irá passar pelas cidades de Braga (dia 19), Porto (dia 20), Aveiro (dia 21), Coimbra (dia 22), Lisboa (dia 25), Setúbal (dia 26), Évora (dia 27), Faro (dia 28) e Portimão (dia 1 de março) com o objetivo de apresentar o programa, aconselhar e pré-selecionar possíveis candidatos.
Para participar nestas sessões deve inscrever-se com uma semana de antecedência. Inscreva-se aqui para as sessões de Braga, na Universidade do Minho, Porto, no CACE, Aveiro, na Universidade de Aveiro, Coimbra, no ISEC, Lisboa, nos escritórios do IEPF, Setúbal, no Instituto Politécnico de Setúbal, Évora, na Universidade de Évora, Faro, na Universidade de Faro e Portimão, no Museu de Portimão. Os participantes devem levar o seu CV em inglês ou alemão.
Visite aqui o site do programa "Job of my Life" (para já, só em alemão)
in http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO098143.html?page=0

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Administração pública tem 1905 vagas de estágio para 2013

O número de Estágios profissionais na administração pública previstos para este ano já está fixado. São 1905 vagas e as candidaturas começam já no dia 28.
Uma portaria publicada hoje em Diário da República estabelece a abertura do concurso para o Programa de Estágios profissionais na administração pública central (PEPAC) para o ano 2013.

Onde se pode candidatar
As candidaturas são apresentadas exclusivamente através do preenchimento de formulário de candidatura on -line, disponível
no site da Bolsa de emprego Público.

As candidaturas começam a ser entregues no dia 28 de janeiro e prolongam-se até ao dia 8 de fevereiro, para estágios a iniciar no inicio do mês de maio.
Como funciona o processo
Até ao dia 8 de março de 2013, os candidatos admitidos provisoriamente são o, listados alfabeticamente no sítio do PEPAC e agrupados pelas áreas de educação e formação e pelos distritos em que o candidato se disponibilizou para realizar o estágio.
Até ao dia 9 de abril de 2013, os candidatos são provisoriamente ordenados no sítio do PEPAC, através da aplicação da fórmula de avaliação curricular e, até ao dia dia 2 de maio de 2013, os candidatos são selecionados, em face das vagas disponíveis, por cada entidade promotora, por cada área de educação e formação, e por cada distrito.
Os estágios iniciam-se a partir do dia 3 de maio.

Valor da bolsa atribuída
Aos estagiários é concedida, por cada um dos
12 meses de duração do estágio, uma bolsa de estágio equivalente 1,65 vezes o valor correspondente ao indexante dos apoios sociais (IAS), ou seja 691,7 euros.

Ler mais: http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO092428.html?page=0

sábado, 15 de dezembro de 2012

Estágios do Impulso Jovem vão ter remuneração entre 419 e 943 euros

Os jovens desempregados com estágios no âmbito do programa Impulso Jovem vão ganhar entre 419,22 euros e 943,24 euros, segundo o regulamento dos "passaportes emprego 3i" hoje publicado em Diário da República para entrar em vigor no sábado.Os estagiários têm que ter entre 18 e 34 anos, estar inscritos nos centros de desemprego há pelo menos quatro meses e podem candidatar-se mesmo sem o secundário completo, mas não podem no último ano ter trabalhado, estagiado ou prestado serviços na empresa onde querem agora fazer o estágio. Também não podem ser das áreas de medicina e enfermagem.

O Impulso Jovem criou 9 empregos por dia nos últimos 4 meses. Saiba mais aqui.

O diploma publicado hoje em Diário da República prevê três tipos de passaportes: Passaporte Emprego Industrialização, Passaporte Emprego Inovação e Passaporte Emprego Internacionalização, consoante o tipo de estágio e o grau de escolaridade.
Os passaportes industrialização e internacionalização destinam-se a jovens entre os 18 e os 30 anos, com ou sem ensino secundário completo, licenciatura ou mestrado.
O primeiro passaporte visa projetos de investimento destinados à especialização da produção através da introdução de novos produtos e o reforço da componente tecnológica, enquanto o segundo visa projetos para implementar e consolidar estratégias de internacionalização, aumentando nomeadamente as exportações.
Para estes dois passaportes a remuneração prevista é de 419,22 euros para o estagiário sem ensino secundário completo, de 524,02 euros para o que completou este grau de ensino e de 691,7 euros para os licenciados e mestres.

in http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Artigo/CIECO080856.html